6 de maio de 2015

Quatro Coisas


Encontrar equilíbrios, tornar o dia à dia bem mais proveitoso e inspirar-me têm sido constantes. Simplificar ou minimizar, saber apreciar aquilo que me rodeia e agradecer a mais simples das coisas é o que para mim, tornam a minha existência significativa e bem mais prazerosa.
instagram

Tenho aprendido a viver cada vez com menos, a minimizar as tralhas e a descomplicar as coisas, tenho aprendido igualmente a acreditar mais em mim e naquilo de que sou capaz e saber ver o outro lado da moeda...e neste momento da minha vida, diria que são precisas pouco mais de quatro coisas para me deixarem significativamente animada!!

chá // se há coisa capaz de me fazer descomprimir depois de um longo dia de trabalho é mesmo uma bela chávena cheia de chá sentada no sofá (mesmo que este seja uma porcaria desconfortável), em silêncio quando chego a casa. E estes continuam a ser os meus favoritos.
flores // não devo ser a única a delirar com um monte de flores coloridas e frescas numa jarra ou num qualquer outro recipiente (tenho a tendência de reutilizar tudo o que são frascos de café)!! Diria mesmo, que um monte de flores é capaz de me deixar bem mais feliz do que um pedacinho de chocolate.
explorar // ou caminhar ao sol (quando este aparece), sobretudo aos fins de semana quando tenho companhia é algo que não tem preço e que é capaz de me deixar de bom humor por uma semana.
experimentar // ultimamente tenho-me aventurado na cozinha e testado novos ingredientes e receitas. Cuidar do meu corpo e adoptar uma alimentação limpa de porcarias tem sido algo fundamental  para o meu bem-estar e bom humor.

E vocês, que quatro coisas animam a vossa alma?

Tenham um bom dia.



4 de maio de 2015

Sobre o Fim-de-Semana



Parece que por aqui só sabemos nos queixar do tempo e do quanto o sol nos faz falta, mas a verdade é que o frio e a geada que correm por estas bandas, misturados com os longos minutos que nos levamos a vestir e a quantidade de coisas que temos de colocar sobre o corpo, conseguem nos deixar sem vontade de sair quando realmente não precisamos ou não vamos trabalhar.

Quando por alguma razão as condições assim o permitem saímos então da toca que nem loucos, esticamos as pernas pelas ruas e aí sim, aproveitamos para apreciar a vista e as flores cultivadas propositadamente para a Primavera (esta que teima em não se assentar).
Este fim de semana decidi enfrentar os oito graus com uns salpicos de chuva à mistura e de gorro enfiado na cabeça e luvas lá fui tomar café. Como aqui o disse, tomar café e ficar sentada de esplanada a ver a vida a passar, bem como testar sítios novos são das coisas que mais gosto de fazer, portanto, e seguindo uma das sugestões da Timeout fui até ao Urban Angel tomar um pequeno almoço tardio. Por lá encontram de tudo um pouco e se querem um boa opção para um brunch saudável e repleto de iguarias caseiras, este é um sitio a testar, além do mais, servem abacate o que para mim são já uns pontos a favor.

2 de maio de 2015

Sobre o mau humor...


No outro dia a minha crise de insuportabilidade era tamanha que eu própria estava já farta da minha pessoa!!!....não sei se também vos acontece, mas umas semanas antes do período fico das duas uma: ou com vontades de cortar os pulsos e absolutamente deprimida e coberta por uma enorme desmotivação, ou por outro lado, demasiado irritante e inquieta que acabo por provocar nos outros um profundo desejo de me baterem!!


....diria no entanto, que o exercício ajuda a elevar os meus índices de bom humor, mas ainda assim, não o suficientes para colocarem-me em full Andreia mood de novo.
Por isso, e numa tentativa forçada de elevar o espírito decidi pastar-me de cremes e tentar colocar o meu rosto com um tom bem mais animado que o meu subconsciente.